Igreja e jovens

Igreja e jovens

Roma (Itália). “Eu quis que estivessem vocês no centro da atenção porque os trago no coração”. São as palavras que o Papa Francisco dirige aos jovens, enquanto entrega o Documento Preparatório do próximo Sínodo dos Bispos (XV Assembleia Geral Ordinária) intitulado: “Os jovens, a fé e o discernimento vocacional”.

«A Igreja coloca no centro de seu diálogo as jovens gerações». Na Comunicação oficial sobre o tema do Sínodo que acontecerá em 2018, se lê, de fato, a “solicitude pastoral da Igreja em relação aos jovens ... acompanhar os jovens em seu caminho existencial rumo à maturidade”. O tema expressa a vontade da Igreja de se colocar na escuta dos jovens, de fazê-los sentir que eles têm algo importante para dizer à Igreja. Na carta que acompanha a apresentação do Documento Preparatório, o Papa cita a Regra de São Bento que “recomendava aos abades que consultassem também os jovens antes de cada decisão importante, porque muitas vezes é justamente ao mais jovem que o Senhor revela a solução melhor”.

E a Comunidade internacional acaba de reconhecer o papel significativo que tem a juventude na construção da paz e de um mundo, casa para todos os povos. Em diversos âmbitos, em situações de emergência e nas atividades cotidianas, milhares de jovens se comprometem, com gestos de solidariedade, a promover a fraternidade, a oferecer alívio e conforto. Neste sínodo e na sua preparação no decorrer do ano, na qual estaremos todos envolvidos em diferentes níveis, poderemos experimentar, realmente:
- que os jovens são o presente e o futuro da humanidade;
- que os jovens não são adultos em miniatura, mas são pessoas que têm direitos e são capazes de responsabilidade;
- que a juventude não é uma “sala de espera”, é um tempo de grandes sonhos e de ideais que precisam ser concretizados com a colaboração de todos;
- que a chave para chegar aos jovens são os próprios jovens.

 O Documento Preparatório começa com o convite à alegria: «Eu disse isto a vocês para que minha alegria esteja em vocês, e a alegria de vocês seja completa» (Jo 15,11). Este é o projeto de Deus para os homens e as mulheres de todos os tempos e, portanto, também para todos os jovens do III milênio, ninguém excluído. Anunciar a alegria do Evangelho é a missão que o Senhor confiou à sua Igreja. É uma lembrança e um convite para todos nós que, para além dos vários contextos, das situações pessoais, das estratégias empregadas, não podemos esquecer que a nossa é uma BOA notícia. Boa porque portadora de vida. Boa porque preenche a vida de alegria.

Também nós, Filhas de Maria Auxiliadora e todos os grupos da Família Salesiana, “queremos pôr-nos a caminho com os jovens, porque queremos o Bem para eles”. Não queremos somente interrogar-nos sobre como acompanhar os jovens no discernimento de sua escolha de vida à luz do Evangelho, queremos ouvir os desejos, os projetos, os sonhos que os jovens têm para a própria vida, como também as dificuldades que encontram para realizar seu projeto a serviço da sociedade, na qual pedem para serem cidadãos ativos”» (Conselheira para a Pastoral Juvenil, Ir. Runita G. Borja FMA).

 

O documento preparatório é completado com um questionário, de quinze perguntas, às quais se seguem grupos de três outras questões para cada Continente, que prevê a coleta de dados estatísticos sobre cada Igreja local, para ler melhor cada situação e, ao final, a partilha das boas práticas pastorais já em ato, para que possam ser de ajuda a toda a Igreja. Também os jovens estarão plenamente envolvidos nessa fase preparatória, através de um site Internet, pronto para coletar suas expectativas e sua vida. 

Texto integral do Documento Preparatório:

http://www.vatican.va

Escrever comentário
1 commento
19/01/2017 10:14:39 - Aida

...Los jóvenes un potencial de Dios,....sigamos apoyandolos con la oración,y el testimonio para dejar correr la energia buena que hay en ellos y ellas,en la medida que vivan cae lo poco bueno,jovenes evangelizan a los jóvenes...agurios desde Siria....Aida


OK Su questo sito NON utilizziamo cookie di profilazione, ma solo cookie tecnici e/o per il monitoraggio degli accessi. Se vuoi saperne di più clicca qui. Cliccando sul pulsante OK presti il consenso all'uso di tutti i cookie.