Assembleia Pré-capitular RCG

Roma (Itália). Nos dias 1º e 2 de novembro de 2019, em Roma, realizou-se a Assembleia Pré-capitular da Casa Geral das Filhas de Maria Auxiliadora.

Um momento celebrativo de oração sobre o tema: “Fazei tudo que Ele vos disser”. Comunidades geradoras de vida no coração da contemporaneidade, no qual foram evidenciadas as jarras vazias e o vinho bom, abriu o caminho para a Assembleia pré-capitular.

Participaram 21 FMA, entre as quais Ir. Chiara Cazzuola, Vigária Geral, 16 delegadas e 4 convidadas da Comunidade da Casa Geral.

“A Assembleia pré-capitular tem o mesmo valor de um Capítulo Inspetorial e expressa a participação, a corresponsabilidade e unidade de todas as irmãs que fazem parte dela. É órgão de reflexão, de avaliação e de programação no âmbito da comunidade, é meio para favorecer o conhecimento recíproco e fortalecer a unidade e o sentido de pertença ao Instituto” (cf Const. 156 e Título V do Estatuto da Casa Geral) – explicou Ir. Chiara Cazzuola ao dirigir sua saudação às participantes.

Expressou o desejo de que se viva este tempo como em Caná, ouvindo o que Jesus fala, para transformar a água da cotidianidade no vinho de uma nova fecundidade vocacional.

A Reguladora Ir. Anna Nizzola apresentou o trabalho para os dois dias e introduziu o encontro com Pe. Carlo Maria Zanotti, SdB, que compartilhou a Lectio divina sobre o texto das Bodas de Caná “Qualquer coisa lhes diga, façam-na”!

“Esta é a novidade absoluta: que Jesus é Amor. A centralidade em Cristo qualifica a vida e a missão da comunidade chamada a servir com alegria e a testemunhar o anúncio da salvação. Em Caná se realiza a promessa feita aos discípulos. É a fé que, em Jesus, une aquela comunidade. Este é o vinho novo, que indica um relacionamento completamente novo com Deus: você não precisa fazer mais nada para ser agradável a Deus, mas deve acolher o amor de Deus e, com Ele e como Ele, ir em direção aos outros”.

Depois de um tempo de silêncio e reflexão pessoal, foi introduzido o momento de partilha sobre os conteúdos do instrumento de trabalho compartilhado na comunidade, para responder às três perguntas indicadas para preparação ao Capítulo Geral XXIV e elaborar uma síntese.

A metodologia de trabalho em grupo e depois em assembleia favoreceu o diálogo-comparação sereno e pró-ativo, ao fim do qual foi aprovado o Documento síntese que será entregue à Reguladora do CG XXIV.

O momento de eleição da Delegada ao CG XXIV e a respectiva Suplente foi precedido por um tempo de oração.

Ir. Chiara Cazzuola concluiu com palavras de agradecimento pela participação serena e seria no trabalho conjunto, pelo senso de pertença e amor ao Instituto e à comunidade, vivendo juntas a experiência de discernimento, oração e partilha.

FlickrFMA

Escrever comentário
Não há comentários a esta entrada.
Seja o primeiro a comentar!

OK Su questo sito NON utilizziamo cookie di profilazione, ma solo cookie tecnici e/o per il monitoraggio degli accessi. Se vuoi saperne di più clicca qui. Cliccando sul pulsante OK presti il consenso all'uso di tutti i cookie.