Sofrimento e solidariedade no Haiti

Sofrimento e solidariedade no Haiti

Barahona (República Dominicana). Sofrimento, solidariedade e dignidade: é o que sobressai da narração de Ir. Elizabeth Corsino fma, diretora da comunidade de Barahona que, junto com Ir. Michelon Ângela, esteve em Porto Príncipe nos últimos dias. Quando chegaram à capital haitiana, o cenário encontrado era verdadeiramente dramático. Chegaram à casa das Irmãs e perceberam que estavam preparando comida para o povo e para as meninas internas das quais tomam conta.

As fma que estão em Porto Príncipe não tiveram possibilidade de receber notícias dos próprios familiares. A comunicação é impossível. As Irmãs estão dormindo ao ar livre, sobre leitos improvisados, elas e as meninas. As fma de Santo Domingo estão organizando-se para levar colchões. Dormem em cadeiras, atentas também no caso de alguém querer entrar nas suas casas, ou naquilo que ainda resta delas.

As fma estão acolhendo as famílias vizinhas, durante a noite, para que possam dormir todas mais seguras e, deste modo, também elas não ficam tão sozinhas, mesmo que durmam muito pouco.

Na comunidade de Petion Ville , a mais atingida pelo terremoto, das 7 Irmãs ficaram 4, as outras, as mais idosas, foram transferida para a casa inspetorial que é mais segura. Petion Ville é também sede do aspirantado, e as aspirantes foram levadas todas para a casa inspetorial, ali estão todas juntas, na parte da frente da casa. A parte da casa inspetorial que abrigava as internas ruiu completamente, e as 40 meninas estão com as Irmãs, a céu aberto. De noite faz um pouco de frio porque neste período as temperaturas no Caribe são mais baixas.

«Na verdade – conta Ir. Elizabeth – as Irmãs sentem muito forte a proteção de Maria Auxiliadora, e com fé e serenidade, mesmo que assustadas pelos tremores que ainda continuam, esperam».

As fma, apesar do choque, estão tentando dar esperança e estão cuidando das jovens que estão com elas. A sua preocupação é o fato de não poder se comunicar.

«Quando chegamos em frente à casa de Petion Ville – continua Ir. Elizabeth – de fora já dava para ver o estado das coisas. Encontramos a diretora, Ir. Aline Nicolas; nós estávamos assustadas, mas ela sorrindo, nos acolheu com um abraço forte e nos disse: ”estamos todas salvas”. A casa, talvez seja necessário derrubá-la, mas as Irmãs e as aspirantes estão bem. Também as Irmãs de Kenscoff estão bem. Da comunidade de Jacmel ainda não se tem notícias, estamos pensando então de chegar lá por uma outra estrada que tem menos movimento agora».

As fma da inspetoria Antilhana estão programando outras viagens ao Haiti, e depois de ter visto o que é mais urgente estão se organizando melhor.

«Uma última coisa gostaria de contar – disse ainda Ir. Elizabeth – e se refere ao povo do Haiti tão sofrido. Durante a viagem de retorno, vi fileiras de pessoas que procuram os seus parentes ou que se deslocam para ir embora da cidade. Em seus rostos vi a dignidade no sofrimento. Os rostos de dor que vi são também rostos de esperança. Também as nossas Irmãs carregam no coração a dor, mas conseguem se mostrar com esperança e partilham o pouco que lhes sobrou».

Temem-se desordens, e se espera que os organismos internacionais que estão chegando à Ilha, possam com a sua ajuda apoiar o povo. Um grande problema se encontra na fronteira com Santo Domingo, para onde o povo está indo em massa, para atravessar para o outro lado.

Carta da Inspetora do Haiti 

Escrever comentário
10 comentários
23/01/2010 - Ir. Laura Mondini

Queridas Irmãs e povo do Haiti. Acompanhamos todos os dias através dos noticiários o sofrimento imenso causado pelo terremoto em Haiti. Ali também perdemos a nossa Fundadora da Pastoral da Criança - Drª Zilda Arns Neumann. Com vocês rezamos e agradecemos a Deus a maravilhosa proteção de nossa Mãe Maria Auxilidora para com suas filhas. Pedimos a Deus que todo este sofrimento seja semente de esperança e solidariedade para todos os povos do mundo. Que Maria Auxiliadora cubra voces e todo o povo com seu manto de ternura. Um grande abraço das Irmãs da Comunidade Laura Vicuña de Bagé - RS Brasil. Ir. Laura, Ir. Deotila e Ir. Lurdes

23/01/2010 - Ir. Laura Mondini

Queridas Irmãs e povo do Haiti. Acompanhamos todos os dias através dos noticiários o sofrimento imenso causado pelo terremoto em Haiti. Ali também perdemos a nossa Fundadora da Pastoral da Criança - Drª Zilda Arns Neumann. Com vocês rezamos e agradecemos a Deus a maravilhosa proteção de nossa Mãe Maria Auxilidora para com suas filhas. Pedimos a Deus que todo este sofrimento seja semente de esperança e solidariedade para todos os povos do mundo. Que Maria Auxiliadora cubra voces e todo o povo com seu manto de ternura. Um grande abraço das Irmãs da Comunidade Laura Vicuña de Bagé - RS Brasil. Ir. Laura, Ir. Deotila e Ir. Lurdes

18/01/2010 - Kathryn Nixon

My heart is relieved to know that all the FMA Sisters in Port-au-Prince are safe. Their strong faith, hope and love will certainly help the children and their community through this disaster. Is there any information about the School of the Infant Jesus, Cite Militaire?

17/01/2010 - Hermanas de Lomé, Togo

Queridas hermanas de Haiti, con todo cariño rezamos por ustedes y por el país entero. Haiti està en nuestro corazón y nos hemos unido a la provincia para dar desde nuestra pobreza pero con mucho amor. Gracias también a nuestras hermanas de la República Dominicana por la cercanía que manifiestan a nuestras hermanas de Haiti. Que Dios las bendiga!

17/01/2010 - Sr.Ana Rosa Sivori

Queridas Hermanas de Haiti, Desde Thailandia les mandamos un saludo grande que les dice todo nuestro afecto en esta hora de dolor. Agradecemos a Dios que estan todas bien y pueden ayudar a los que estan en condiciones peores. Un fuerte abrazo de todas nosotras. Las Hermanas de la inspectoria THA.

17/01/2010 - Sor Ma. Luisa de la Vega FMA

Estamos rezando mucho por Uds, a la vez que agradecemos la protecion de la Santisima Virgen Maria . Qur Dios las bendiga y les ayude en esta dificil situacion. Toda la comunidad esta con Uds,

16/01/2010 - Sr Luisa Moscoso

Muy queridas hermanas de Haiti, estamos muy cerca de vosotras con la oracion y la proximidad. Gracias por vuestro testimonio,estamos seguras que el sufrimiento y el dolor de hoy dara fruto y los frutos seran en abundancia. Os quiero mucho vuestra hermana Luisa

16/01/2010 - Sr Luisa Moscoso

Muy queridas hermanas de Haiti, estamos muy cerca de vosotras con la oracion y la proximidad. Gracias por vuestro testimonio,estamos seguras que el sufrimiento y el dolor de hoy dara fruto y los frutos seran en abundancia. Os quiero mucho vuestra hermana Luisa

16/01/2010 - sr Silvia Boullosa

Gracias Marie Claire por el testimonio de fortaleza!! y a cada una de tus hermanas y jóvenes de la Provincia, pues está el don de la vida para que otros tengan vida!!! Gracias querida Elizabeth que pueden estar acompañando tan de cerca y nos ayudan a estar más informadas dentro de lo posible. Gracias a tanta respuesta de las Hermanas del Instituto entero que se vive en esta fuerte solidaridad. Seguimos sosteniendo con la oración y el ofrecimiento.

16/01/2010 - rosaria

ringrazio la Madonna che è vicina alle ns. sorelle nella sofferenza vi abbraccio tutte sr. rosaria


OK Su questo sito NON utilizziamo cookie di profilazione, ma solo cookie tecnici e/o per il monitoraggio degli accessi. Se vuoi saperne di più clicca qui. Cliccando sul pulsante OK presti il consenso all'uso di tutti i cookie.