Unidas para uma sociedade melhor

Unidas para uma sociedade melhor

A promoção da mulher é o tema principal do último vídeo Unidas para uma sociedade melhor promovido pelo Âmbito para a Comunicação Social e produzido pelas Missões Dom Bosco.

O vídeo, que está em distribuição e portanto deve chegar a cada comunidade nestes dias, foi realizado na India, em Bangalore, onde as Irmãs daquela inspetoria desenvolvem diversos programas, nos quais escolheram como destinatárias as mulheres, porque estão convencidas de que elas constituem a carta vencedora para aliviar a pobreza e melhorar o padrão de vida das famílias.

Olhar a India através dos olhos das mulheres, nos dá a possibilidade de entrar nessa grande nação com uma perspectiva rica de sugestões e, sobretudo, nos dá a possibilidade de perceber quanto seja importante para o crescimento do País a contribuição delas.

Com uma população de um bilhão e duzentos milhões de pessoas, a República da India é a maior democracia do mundo e o segundo país mais populoso, no qual os cidadãos falam a língua Hindi, o inglês e ao menos outras dezesseis línguas oficiais e onde ao Induismo se associam o Islamismo, o Cristianismo, o Sikhismo, o Budismo e outras religiões tradicionais.

Bangalore é a terceira cidade mais populosa da India, com seis milhões e meio de habitantes, e uma das cidades da Asia que está se tornando cosmopolita de modo bem veloz. Bangalore hoje é conhecida como a “Silicon Valley” do Oriente, pela presença de numerosas sociedades, pelas ações multinacionais e é também sede de mais de 100 Universidades de pesquisa e técnicas.

A industria da tecnologia das informações, porém, prospera com prejuizo da população rural. Somente 28% de Bangalore é urbana e a maior parte de sua população está baseada em empresas agrícolas. A diferença econômicocultural se torna sempre maior e a busca de tecnologias de alto nível, em relação aos princípios da economia agrária, deu duas faces à mesma cidade. A primeira é vibrante, inovadora e extremamente moderna, mostra o sucesso de uma nação em desenvolvimento. A segunda mostra gente que vive à margem, pelas ruas, com serviços públicos inadequados e com enormes diferenças de renda, com pouca saúde e oportunidades.

Na inspetoria de Bangalore as fma estão empenhadas no empoderamento e na transformação da vida de mulheres e crianças. Trabalha-se pela dignidade e os direitos das mulheres através da promoção da autoconsciência, a participação social, a instrução, a formação cultural, a autonomia econômica e a assistência sanitária.

O centro de desenvolvimento da mulher, chamado CDEW, é o órgão de ação social oficial das FMA da inspetoria. Nasceu em 2003, como uma organização de voluntariado. A sua missão é construir uma sociedade fundada no amor, na fraternidade, na solidariedade, no melhoramento econômico e no empoderamento das mulheres.

A estratégia do CDEW está baseada no empoderamento: na organização; na instrução, na autossuficiência econômica, no cuidado da pessoa e na capacidade de tomar decisões.

No correr dos anos o CDEW executou, com sucesso, diversos projetos e programas: a formação e o crescimento de cerca de 700 Centros de Autoajuda que formam uma federação; Programas de geração de renda, construção de casas, escolas, programas de promoção da alfabetização para crianças pobres, em três Estados atingindo cerca de 3 mil crianças, programas de prevenção e informação sobre HIV/AIDS. A construção de mais de 500 poços para armazenar água de chuva para os mais pobres, em Kanakakkunnu e Kattappana, programas para crianças excluidas da escola. 10 mil pessoas curadas do alcoolismo.

Ouvir contar das experiências de diversas mulheres e de suas famílias, ver-lhes o rosto, o sorriso, abre à esperança e nos faz dizer, com convicção, o que já dizia Mohandas Karamchand Gandhi: «Creio firmemente que a salvação da India depende da abnegação e da emancipação de suas mulheres».

Escrever comentário
3 comentários
17/12/2011 - Sr. Oldani Elisabetta

Ho visto il video e mi è piaciuto non solo per ciò che comunica (da diffondere anche tra chi collabora con noi) ma per il modo in cui lo fa; mi sentivo in sintonia con il pensiero, il cuore, il modo di comunicare... da donna a donna.

14/12/2011 - Sr. Crescentia D`Almeida

I am very happy to see that our Social Communications Sector has brought out the video on the topic advancement of women based on real life situations. I hope and pray that we may be able to reach many more women and thus work for the emancipation and salvation of our people.

13/12/2011 - Sor Susana Li

Me parece maravilloso. También nosotras trabajamos en un proyecto parecido: Centro de Capacitación para la Mujer. Madre Mazzarello (CECAMMM), en San José, Costa Rica. Las Hijas de María Auxiliadora abrimos todos los domingos el Centro para más de 700 mujeres que no tuvieron la oportunidad de estudiar o mejorar su condición de vida, para darles un espacio para aprender, valorarse, estrechar de nuevo vínculos sociales y sobre todo aprender evangelizándose en un ambiente que es todo para ellas, abriéndose a la esperanza de la vida!


OK Su questo sito NON utilizziamo cookie di profilazione, ma solo cookie tecnici e/o per il monitoraggio degli accessi. Se vuoi saperne di più clicca qui. Cliccando sul pulsante OK presti il consenso all'uso di tutti i cookie.