Verão tempo para...

Verão tempo para...

Roma (Itália). Começou a aventura do verão 2014 em grande parte do mundo salesiano: meninos e meninas, educadores adolescentes e jovens. Mas, sobretudo, uma realidade que cresce constantemente, oratórios de verão, grupos de veraneio (grest), ludotecas... 

Uma partilha de experiências e colaboração única em seu gênero. Com um estilo de animação centrado sobre as relações, crianças e meninos, adolescentes, jovens e adultos escolhem dedicar tempo, criatividade e capacidades profissionais ao período do verão, para que se torne uma ocasião de crescimento humano e cristão para todos. Relações de Ginásio, preciosa ocasião para descobrir e fazer frutificar os próprios talentos, ambiente privilegiado para experimentar o potencial do grupo e crescer em autodescoberta e da própria dimensão religiosa. Um período que varia de quatro a mais semanas e que é preparado com muito cuidado e com muito carinho e entusiasmo por animadores e educadores e que se traduz em atividades criativas, jogos, eventos culturais e itinerários de fé. 

O verão é, também, um tempo para refletir... Cada realidade da vida da pessoa humana tem um sentido, também as “férias”, cujo significado etimológico lembra um tempo “vazio”, um tempo “livre” dos cansaços cotidianos, para ser preenchido por algumas outras coisas; um tempo para se programar segundo critérios válidos, para que não se torne sem sentido, inútil e contraproducente, fazendo cair no tédio.
Um tempo para se programar, não sem olhar antes ao nosso redor, sobre o que sucede perto e girando pelo mundo.  Há quem nunca poderá se permitir férias girando pelo mundo, porque lhe falta mesmo o trabalho e sobrevive com dificuldade. Há muitas crianças e garotos em “férias forçadas”, porque não têm a possibilidade de ir à escola, sobrevivem de expedientes pelas ruas, ou são explorados como pequenos escravos.  Muitas pessoas não conseguem levar adiante a vida, sofrem e vivem no abandono e na solidão.  

O tempo do verão é também uma oportunidade para oferecer a si mesmo espaços de reflexão, de encontro com os outros, com o Transcendente, para crescer na gratuidade, para retemperar o espírito com tudo que é belo.
“Verão é o tempo para parar, para se deter, avaliar-se, retomar em mãos a própria vida. Tempo para si, tempo para os outros, tempo para as amizades, tempo para o essencial, tempo para o espírito, tempo para Deus. É um tempo criativo. É o tempo da beleza. O tempo livre é certamente algo belo e necessário, mas se não tiver um centro interior, ele termina por ser um tempo vazio, que não nos fortalece nem  recria”. (Bento XVI)

Escrever comentário
Não há comentários a esta entrada.
Seja o primeiro a comentar!

OK Su questo sito NON utilizziamo cookie di profilazione, ma solo cookie tecnici e/o per il monitoraggio degli accessi. Se vuoi saperne di più clicca qui. Cliccando sul pulsante OK presti il consenso all'uso di tutti i cookie.